O passo a passo completo para se tornar um projetista de compartilhamento de poste

Se tornar um projetista de compartilhamento de poste é um caminho desejado por muitos que atuam no mercado de provedores de acesso à internet, pois os profissionais desejam ter flexibilidade geográfica, de tempo e ter uma boa remuneração.


Mas como me tornar projetista especializado em compartilhamento de poste?


Nesse artigo iremos te mostrar exatamente o que é necessário para você se tornar um!


1 – Esteja devidamente cadastrado no CREA ou no CFT


Para que você consiga protocolar um projeto é necessário estar cadastrado nos órgãos regulamentadores da profissão.


Procure o CREA ou o CFT para realizar o seu cadastro caso ainda não o possua.


Normalmente, somente engenheiros eletricistas ou de telecomunicações e técnicos eletricistas ou de telecomunicações podem elaborar os projetos de compartilhamento de postes.


Caso você não possua nenhuma dessas formações, vale a pena consultar a concessionária de energia para verificar quais ART’s são aceitas.


A ART é crucial para demonstrar que determinado projeto está sendo coordenado por um profissional responsável. Caso a obra esteja em execução e não tenha ART, essa poderá ser embargada até que a ART seja elaborada.


A descrição da duração da obra tem por finalidade estabelecer por quanto tempo valerá a responsabilidade do técnico sobre o serviço executado. Quando esta é finalizada, é importante que seja solicitada, via requerimento, a baixa de ART.



2 – Conheça as normas da concessionária


Antes de iniciar o projeto de compartilhamento de poste, é extremamente importante saber quais são as normas da concessionária de energia que você estará trabalhando.


As normas podem ser encontradas facilmente no site da companhia de energia nos tópicos de compartilhamento de infra estrutura ou projetos particulares.


O documentos em questão lhe apresentará todos os padrões a serem seguidos durante o desenvolvimento, execução e finalização da obra.





3 – Aprenda AutoCAD


O projeto de compartilhamento de poste é elaborado basicamente utilizando o AutoCAD, este é o programa mais utilizado em todo o processo.


É importante saber como georreferenciar mapas, importar pontos de coordenadas e executar alguns comandos básicos como desenhar linhas, círculos e alguns outros.


A boa notícia é que você não precisa assustar com esse item, pois é utilizado apenas as funções mais simples deste programa tão completo.


Não tenha medo de se arriscar no AutoCAD, na internet podemos encontrar vários vídeos tutoriais ensinando a configurar o programa e executar algumas funções primordiais.


4 – Entenda como elaborar os cálculos de esforço mecânico


Outro ponto fundamental é saber como calcular os esforços que os cabos exercem nos postes, para isso você precisará entender o conceito básico de soma de vetores.


Podemos achar que isso é bem complexo, mas para este tipo de projeto será bem tranquilo, pois existem planilhas que fazem todo o cálculo pra nós.


Estas planilhas específicas fazem todo o trabalho automaticamente, sendo necessário somente substituir alguns valores com os dados obtidos em campo e em poucos segundos todos os cálculos são realizados.


5 – Saiba oferecer seus serviços


Depois de aprender toda a parte técnica e estar ciente de como funciona o processo de compartilhamento, você deve procurar os seus clientes. Abaixo estão algumas dicas de como prospectar clientes:


  • Pesquises as empresas existentes em sua região e entre em contato por telefone para oferecer os seus serviços.

  • Inicie parceirias com provedores conhecidos para construir um portifólio e assim apresentar seus serviços a outras empresas maiores.

  • Divulgue sua apresentação em grupos de Facebook e WhatsApp.


Não se esqueça, uma boa comunicação é a chave para suas vendas.


Saiba como se relacionar e preste muita atenção com os erros de português na hora de enviar seus e-mails de venda.

13 visualizações0 comentário